Blog - Ideias do seu jeito
Segurança do bebê: conheça as normas Inmetro para berços
20 Fev

Segurança do bebê: conheça as normas Inmetro para berços

A segurança do bebê é um tema que vem sendo discutido cada vez mais, principalmente quando falamos de ítens essenciais para os primeiros anos de vida, como cadeirinhas, carrinhos e berços.

Esse debate cresceu após os dados do Ministério da Saúde apresentarem porcentagens catastróficas sobre acidentes domésticos ou relacionados aos equipamentos de apoio, como o caso de 91% das mortes por sufocamento acidental acontecerem com menores de 1 ano, ou os acidentes com grades reguláveis de berço causando 32 mortes nos EUA e centenas de outros incidentes.

Assim, para se informar melhor sobre como aumentar a segurança do bebê, confira algumas informações que separamos para que você saiba quais detalhes devem receber maior atenção segundo o Inmetro.

Quais os pontos de atenção para segurança do bebê?

Em 2016, o Inmetro lançou a portaria 53/2016, a partir disso, algumas indicações passaram a ser disseminadas como obrigatórias para uma rotina segura e tranquila para a criança. 

Dentre elas, os principais abrangem itens como:

Berços

O berço fixo é comumente encontrado nas medidas reconhecidas como padrão americano, tendo 1,30m x 0,70 ou com uma leve alteração, sendo de 1,30m x 0,60m.

Independentemente da escolha, é essencial prestar atenção nas bordas, conferindo se todas são arredondadas ou chanfradas e sem farpas, rebarbas ou defeitos nas hastes, o mesmo vale para as pontas dos berços.

Esse detalhe evita que o bebê ou mesmo a mãe se acidente e gere hematomas ao bater os braços, pernas ou mesmo o rosto e cabeça.

Leia também: Como escolher o melhor berço para bebêAlém disso, ele não pode ser usado contento adesivos, selos, rótulos, tapa-furo ou tapa-parafuso, evitando que as peças se soltem com o uso rotineiro.

Outro detalhe importante é o espaçamento entre as grades, que não pode ser maior do que 6,5 cm, assim como o espaçamento entre o colchão e a lateral do berço, que não pode ser maior do que 3 cm.

Essas medidas evitam que a criança prenda seus membros nos espaços abertos e se machuque, ou mesmo caia entre os espaços na hora de dormir e sufoque.

Para manter a segurança dos pequenos, é importante medir a altura do estrado em sua altura mais baixa. Quando ele estiver abaixado, a altura entre seu topo e o chão do berço precisa ter pelo menos 60cm, evitando eventuais saltos do bebê quando ele for um pouco mais velho.

Por fim, é importante ficar atento em relação a berços com grades laterais móveis, visto que em 2016 o Inmetro proibiu a fabricação e deu como prazo final o dia 01.02.19 para as lojas venderem estes modelos. A grande questão aqui é a possibilidade de falhas em alguns mecanismos que podem acarretar em graves acidentes.

Colchão

Além das medidas que já foram citadas anteriormente, é necessário que o colchão apresente: 12 cm de altura, densidade 18 e que o encaixe no berço mantenha o valor máximo de espaçamento 3 cm entre a grade e o colchão.

Oferecendo segurança e, ao mesmo tempo, conforto para o bebê!

Roupa de cama

Para roupas de cama, o ideal é optar por lençóis de elástico e itens que fiquem fixos no colchão. Caso as roupas sejam muito soltas, o bebê pode se enrolar e gerar inúmeros acidentes graves ou mesmo fatais.

Cuidados adicionais

Por fim, é necessário que a compra do berço e itens de uso cotidiano tenha como regra o selo de qualidade e aprovação. Afinal, o selo do Inmetro é a comprovação de testes de qualidade naquele produto, que verificam desde a resistência e durabilidade até o nível de estabilidade para as necessidades rotineiras.

Aqui na Henn, todos os berços são atestados conforme a norma NBR 15860 do Inmetro e contam com o selo garantindo a segurança que você espera para o seu bebê.

Compartilhe
com seus amigos

Deixe seu comentário

Selecione o assunto de
seu interesse!

Quer receber dicas e novidades da Henn?