Blog – Ideas a su manera
Guarda roupa casal: 04 dicas para comprar bem
05 Out

Guarda roupa casal: 04 dicas para comprar bem

Escolher o melhor guarda roupa não precisa ser aquele bicho de 7 cabeças. É fácil encontrar uma peça de qualidade e que agrade os moradores, basta focar em um bom método de pesquisa, empresas confiáveis e bons serviços adicionais.

Dentre as peças de maior procura, o guarda roupa casal é um móvel que deve seguir regras como: ser do tamanho adequado ao lugar, ter uma boa usabilidade, comportar todas as roupas do casal e outras condições que precisam ser verificadas antes da aquisição.

A partir dessas informações, há 04 dicas que podem ajudar na hora de procurar o móvel ideal e formalizar a compra. Confira essas dicas para comprar bem!

#1 - Comece definindo filtros

Antes de começar a pesquisar guarda roupa casal, alinhe alguns pontos que podem servir de primeiro filtro e evite perder tempo com peças que fogem dessas definições. Esses pontos devem ser previstos por todos os moradores envolvidos, seguindo informações como:

Tamanho do ambiente

Se o quarto for muito grande e comportar móveis amplos, é possível escolher peças mais robustas, com 6 portas, maleiros externos, com altura do chão ao teto ou mesmo combinando 2 móveis ao mesmo tempo. Se o local for mais compacto, é interessante pensar no guarda roupas que tenha melhor divisão do espaço interno, que possua entre 2 ou 4 portas e que ofereça outras possibilidades de abertura, como os modelos com porta corrediça.

Essas questões ajudam a escolher peças que ajudem no dia a dia e, ao mesmo tempo, possuam um bom encaixe no quarto ou mesmo closet, evitando lotar o lugar e gerar sensações de desconforto para os moradores.

Design dos outros móveis

Outra dica é prestar atenção ao design dos móveis já existentes ou que serão adquiridos para o quarto. Se o guarda roupa casal for muito destoante, não apenas o local fica com um "ar carregado" como os itens serão muito diferentes entre si, sem harmonizar o ambiente.

Diferenciais de cada peça

Há muitos roupeiros que agregam valor a partir de seus diferenciais que vão além do tamanho e divisores. Peças mais modernas, por exemplo, podem ser encontradas com espelhos internos ou externos presos nas portas, ajudando na hora de se trocar para sair ou trabalhar. Alguns também acompanham gavetas com divisórias internas ideais para guardar acessórios ou roupas íntimas, ajudando na organização.

Esses diferenciais podem ser de grande utilidade para a praticidade no dia a dia, ajudando a manter o cômodo organizado e, ao mesmo tempo, agradável para a rotina.

Matéria-prima e durabilidade

Por fim, um último filtro pode ser o tipo de matéria-prima em contraposição com a durabilidade da peça. Se a intenção for manter a peça por maior tempo, é recomendável optar por produtos em MDP ou MDF. basta esclarecer as diferenças na loja de móveis e conversar com o representante.

Esses 3 principais filtros ajudam em uma primeira busca, entendendo o que o mercado pode oferecer de mais compatível. Vale lembrar que conforme as buscas forem se estendendo, mais fácil será definir outros filtros e suas prioridades, então não esqueça de atualizar as procuras sempre que necessário e afunilar ainda mais a pesquisa.

#2 - Preveja a quantidade de roupas

Em conjunto com os filtros citados anteriormente, há pontos práticos que podem ser definidos em um consenso entre as pessoas que usarão o guarda roupa casal.

Um dos primeiros pontos é o tipo e quantidade de roupas que serão direcionadas para o móvel, identificando não apenas o tamanho recomendado como a quantidade de divisões internas, tipos de divisores e se haverá necessidade de itens adicionais ao móvel ou não.

Roupeiros de 4 portas, por exemplo, são bons para pessoas que precisam guardar apenas peças de roupas, enquanto o de 6 portas podem abranger até mesmo itens de cama e banho ou sapatos, tudo depende da necessidade.

#3 - Pesquise e compare

Atualmente há muitas lojas que oferecem produtos em locais físicos e também na internet, em seus sites, redes sociais ou outras plataformas. Essa abrangência influência em 2 principais áreas: preços ou formas de pagamento e diversidade de produtos, limitando o consumidor que procura apenas em uma das vertentes.

Comprar pela internet pode, muitas vezes, ser uma opção mais rápida para o consumidor que já sabe qual peça quer, até porque há descrições detalhadas sobre a matéria-prima, formas de instalação e cores oferecidas. De outro lado, a compra em revendedores ajuda a ver o móvel de perto, entender se é realmente a peça que melhor combina com o cômodo e, ainda, pode favorecer a negociação sobre valor e formas de pagamento, uma questão que faz toda a diferença ao escolher o roupeiro ou outros móveis.

Pesquisar o guarda roupa casal em mais de um lugar ou plataforma ajuda a encontrar a melhor proposta, serviço e peça, formalizando uma compra de qualidade.

#4 - Combine cores e modelos

Como última dica, escolher o guarda roupa não envolve apenas tamanho ou repartições da peça. Para que o roupeiro fique perfeito no quarto ou closet, uma possibilidade é combinar cores ou modelos do objeto com outros móveis e linhas.

Como opção, o roupeiro pode ser de mesmo tom do que a cômoda, sapateiras ou mesmo os detalhes da cama, enquanto objetos decorativos contrastam com as peças. Outra alternativa é comprar o guarda roupa casal com contrastes já definidos em sua estrutura, tornando-o um item de destaque.

Todas essas dicas ajudam na hora de decidir pela peça final, além de serem extremamente úteis na hora de afunilar as buscas e encontrar roupeiros que equilibram qualidade e custo-benefícios, garantindo uma compra de sucesso!

Se você gostou das dicas e quer conferir opções de guarda roupa casal, confira o site da Henn e entenda como um móvel pode se adequar às suas necessidades!

Compartilhe
com sus amigos

Deja tu comentario

¿Desea recibir consejos y novedades de Henn?