Blog – Ideas your way
Acalme seus filhos através da meditação infantil
05 Mai

Acalme seus filhos através da meditação infantil

Seus pequenos também andam agitados por ficarem em casa? A prática da meditação infantil pode ajudar. Separamos um artigo com passos simples e muitas referências para você e seu filho se divertirem aprendendo a meditar juntos.

Crianças conseguem meditar?

A resposta é: sim! Talvez até melhor do que gente grande, afinal, elas têm mais facilidade para aprender e absorver novos hábitos. As crianças tem um jeito único de observar e entender o mundo ao seu redor, mas não tenha dúvida, elas sabem muito mais do que imaginamos. 

É por isso que a meditação infantil pode ser inserida como uma forma de despertar a consciência da criança desde cedo, para entender a si mesma e ao mundo de forma plena e consciente. Como diz o educador Rubem Alves*:  “A educação se divide em duas partes: educação das habilidades e educação das sensibilidades [...] sem a educação das sensibilidades, todas as habilidades são tolas e sem sentido”. 

Se você ainda tem alguma dúvida de que a meditação é uma prática para os pequenos, assista essa história da Monja Coen: 

Sem metas e sem pressão

Assim como para qualquer adulto, talvez a parte mais difícil da prática de meditação infantil seja começar. Os pequenos estão sempre agitados, correndo, brincando, mexendo no celular, você vai precisar de paciência para convencê-los a ficarem parados, nem que seja por alguns minutos. 

Por isso, comece devagar e não coloque grandes expectativas na atividade. Respeite o tempo de todos os envolvidos no processo, o do seu filho, que pode demorar a se acalmar, e o seu, em ter paciência para lidar com a situação. 

Talvez o primeiro grande passo seja entender que em alguns dias não vai dar muito certo e tá tudo bem, ninguém falhou por causa disso. Amanhã é um novo dia e a gente tenta de novo.

Comece com poucos minutos

O ideal é começar com 1 minuto e ir aumentando gradualmente, conforme você for percebendo a abertura do pequeno. Vá aumentando o número de minutos até chegar ao número que corresponde a idade do seu filho, provavelmente esse é o máximo de tempo que as crianças vão conseguir prestar atenção na mesma coisa.

Guie a criança pela prática

O ideal é que você e ela sentem com as costas apoiadas na parede, ou deitem no chão de barriga pra cima, o que for mais confortável. Deixe as telas de lado e convide seu filho a focar em alguma coisa, pode ser um objeto, sensação ou sentimento. 

O primeiro exercício pode ser bastante simples, convide o pequeno a fechar os olhos, colocar a mão na barriga e observar como ela enche como um balão quando puxamos o ar e depois murcha devagarinho quando soltamos o ar quentinho pelo nariz. 

Nós separamos alguns vídeos que podem te ajudar na hora de guiar seu pequeno pela prática da meditação, mas não esqueça você sempre pode inventar as próprias histórias e métodos, esses são apenas guias. 

Inspire, expire e repita

As crianças estão expostas a uma realidade mais estimulante do que nunca e, justamente por isso, inseri-los nessas práticas que ajudam a desacelerar e prestar mais atenção às coisas ao nosso redor são tão importantes. 

Mas também é interessante que você respeite os seus próprios limites na hora de incentivar seu pequeno a meditar, trabalhe a meditação com você mesma antes e aceite que tudo bem perder a calma às vezes, o importante é não perder a determinação. Deixe de lado o que aconteceu ontem, hoje é um novo dia, vamos tentar novamente? 

Afinal, é a prática, a repetição do exercício todos os dias, que vai fazer uma diferença enorme na vida do seu filho.

A meditação infantil é uma atividade incrível, que vai dar ao seu filho habilidades ímpares para toda vida, mas, para além disso, é uma forma de acalmar os pequenos ao mesmo tempo em que cria momentos íntimos, repletos de carinho e cuidado entre vocês. Que tal começar a construir esses momentos hoje mesmo?

Se filhos, móveis e decoração também estão na sua lista de interesses, não vá embora antes de assinar nossa newsletter. Sempre temos conteúdos como esse rolando por aqui. 

*Alves, Rubem.. Educação do olhar. Revista Pais e Filhos , São Paulo, 16, mar. 2010. Disponível em www.paisefilhos.pt/index.php/opiniao/rubemalves/2324-educaçao-do-olhar.

Leia também: Conselhos que toda mamãe de primeira viagem deveria receber

Share with
your friends

Leave a comment

Select the subject of
your interest!

Want to receive tips and news from Henn?