Blog – Ideas your way
Entenda como prevenir  ou eliminar o mofo em móveis
14 Jul

Entenda como prevenir ou eliminar o mofo em móveis

Em épocas mais quentes e úmidas, a presença de bolor e mofo em móveis é um terrível pesadelos dentro de casa, afinal, os tipos diferentes de fungo podem prejudicar tanto os móveis e objetos contaminados quanto a saúde dos moradores, causando ou piorando problemas respiratórios.

Com isso, muitas pessoas acreditam que os móveis são os principais responsáveis pela presença dos fungos, se desfazendo do objeto ou prejudicando sua estrutura com limpezas inadequadas, ignorando o fato de que o mofo, na realidade, é consequência das características do ambiente, que pode, assim, manter o fungo de maneira prolongada.

Para entender melhor como prevenir ou eliminar o mofo em móveis, confira algumas dicas e informações importantes!

De onde vem o mofo? Quais as principais causas?

Diferentemente do que muitos pensam e, independentemente do tipo de material ou estrutura, os mofos e bolores não são relacionados aos móveis. Dias chuvosos, temperatura mais alta, ambientes fechados, úmidos e com baixa circulação de ar são os principais agentes que influenciam na presença de fungos, assim como sua expansão.

Se esses fatores forem constantes no local, é possível que o mofo em móveis apareça principalmente em armários, gavetas, paredes, estofados e roupas, causando transtornos.

Além disso, vale lembrar que infiltrações, vazamentos e problemas com impermeabilização também podem influenciar na presença dos fungos, então é sempre bom atentar-se. Confira o vídeo:

Quais são as áreas da casa com mais mofo? 

Segundo artigo da Thermomatic, o mofo tem mais chances de se proliferar onde tem mais umidade, dessa forma, veja esses indicativos de acordo com cada cômodo e seu respectivo uso: 

- O quarto tem 70% da umidade quando estamos dormindo e com as janelas fechadas.

- Após o banho, o banheiro tem 90% de umidade.

- O roupeiro também guarda 70% de umidade e a despensa outros 75%.

- Quando estamos cozinhando, a cozinha acumula 75% de umidade durante o preparo de uma refeição.

- E a sala, com a família vendo TV (4 pessoas), tem uma média de 65%.

Há como se prevenir do mofo em móveis?

Se você entendeu as causas do mofo em móveis e ambientes, já sabe os pontos principais para prevenção:

  • manter o local arejado, com janelas e portas abertas para circulação de ar;
  • deixar o sol entrar nos cômodos para equilibrar a umidade;
  • usar lâmpadas artificiais para ambientes com baixa luminosidade, mantendo as portas de armários e closets abertas por algumas horas;
  • para as paredes, é possível investir em uma tinta anti-mofo;
  • optar por produtos com menos chances de propagar o mofo, como MDP e o MDF;
  • deixar os móveis espaçados em pelo menos 5 cm da parede para o ar entrar.

Todas essas dicas podem ser complementadas com algumas técnicas para prevenir o mofo em móveis, uma mescla de receitas caseiras e produtos específicos, todos com objetivo de manter o objeto íntegro e não prejudicar a saúde dos moradores. Confira o vídeo e veja as receitinhas!

Bicarbonato de sódio

O bicarbonato de sódio ajuda a absorver os odores de dentro do móvel e a umidade. Assim, é interessante deixar um frasquinho de bicarbonato aberto dentro de cômodas, sapateiras, guarda-roupas, baús e itens semelhantes, trocando o objeto de seis em seis meses.

Dessecantes

Os produtos dessecantes podem ser aqueles pacotes que vem no interior de bolsas, mochilas, sapatos etc., ou seja, o pacotinho de sílica que absorve a umidade usando como base o carbonato de cálcio.

Além das bolinhas de sílica, é possível usar o mesmo princípio ativo ao pendurar um pacote de giz no móvel ou mesmo usando o sal de carbonato puro ou sal grosso, evitando mofos em roupas e no interior dos móveis.

Desumidificador

Além dos produtos prontos ou feitos em casa, o desumidificador é uma opção incrível principalmente para as pessoas alérgicas, que não entram em contato com cheiros ou substâncias agressivas.

O desumidificador nada mais é do que um maquinário que suga a umidade do local e evita deixar o ambiente atrativo para mofo em móveis, ajudando na prevenção.

Essas dicas podem ser complementadas com outras opções para prevenir mofo em móveis, assim, vale a pena testar as opções e encontrar a melhor alternativa para os moradores.

Como eliminar o mofo já existente?

Além da prevenção, existem algumas dicas que podem ajudar a eliminar os mofos já existentes, recuperando paredes, móveis e tecidos. Para isso, há sugestões direcionadas para cada tipo de objeto, então é bom saber algumas opções, como:

Tecidos e estofados

O fungo em tecidos e estofados é conhecido como um dos piores mofos, porém, pode ser rapidamente retirado se for identificado no começo do processo, evitando passar para outras roupas ou móveis.

Para essa questão, uma dica é usar a mistura de bicarbonato de sódio com água para retirar as manchas, sendo as medidas:

  • 3 colheres de sopa de bicarbonato de sódio;
  • 1 colher de sopa de água com gás;
  • água morna para espalhar a mistura nas manchas.

Essa mistura deve ser passada nos pontinhos visíveis, surtindo efeito quase imediatamente.

Outra opção é usar vinagre branco em um pano umedecido e passá-lo diretamente nas manchas, intercalando o pano úmido com o pano seco para não estragar o tecido.

Essas duas opções devem ser finalizadas com a secagem do móvel a partir do pano seco e da ventilação, evitando deixar a região mais úmida e mais atrativa para os fungos.

Roupas e interior de móveis

Para tirar o mofo de roupas, uma sugestão é usar um pano úmido para espalhar shampoo neutralizador diretamente nas manchas, escovar com uma escova limpa e deixar agir por alguns minutos, secando logo em seguida.

Já nos interiores de móveis, o recomendado é realizar uma limpeza mensal com um pouco de água e vinagre branco, tirando todas as roupas do local em épocas mais úmidas. Além disso, há produtos que absorvem a umidade de dentro do guarda-roupa ou móveis fechados, como os potinhos de cloreto de cálcio

Além da compra desses produtos, outra opção é montar os potinhos para não gastar muito e fazer uma boa manutenção interna, para isso, basta seguir os passos:

  • colocar 2 colheres de sopa de cloreto de cálcio em pó ou granulado em um potinho com o fundo furado;
  • encaixar outro potinho sem furos na parte externa, cobrindo o cloreto;
  • finalizar com um coador de papel na parte superior aberta, que reterá toda a umidade.

Paredes

Por fim, os mofos podem impregnar tanto em móveis e tecidos ou estofados quanto paredes, colunas e estruturas no geral. Para acabar com esse fungo, há uma receita que pode ser seguida com os seguintes passos:

  • misturar 1/3 de água sanitária para 1 de água;
  • colocar a mistura em toda a parte manchada;
  • espalhar com uma escova limpa a água e deixar agir por uns minutos;
  • retirar a mistura com um pano úmido e ventilar o local para secar totalmente.

Todas essas receitas e misturas devem ser finalizadas com panos secos e ventilação, evitando que o objeto ou estrutura sejam prejudicados. Além disso, se nenhuma opção surtir efeito, é recomendável procurar ajuda profissional para tratamentos mais especializados, resgatando a qualidade inicial do móvel, estofado ou cômodo.

Gostou de saber um pouco mais sobre como eliminar e precaver a presença de mofo em móvel? Aproveite para se inscrever em nossa newsletter e receber mais conteúdo relevante!

Share with
your friends

Leave a comment

Select the subject of
your interest!

Want to receive tips and news from Henn?